Dicas de Escrita

32 articles in category Dicas de Escrita / Subscribe

Qquando determinamos objetivos pessoais, o que temos em mente geralmente é a visão final do que buscamos alcançar. É uma visão ambiciosa, mas que acaba deixando de lado passos importantes, como a construção do hábito necessário para nos levar até lá.

Objetivos grandes e ambiciosos podem ser fonte de motivação, mas costumam ser algo tão abrangente e carregado de significados (escrever um livro!, ser um escritor!, terminar uma HQ e vender milhões!) que o tiro muitas vezes sai pela culatra – a dificuldade e o tamanho da tarefa levam à procrastinação. Temos medo de continuar.

Leia mais →

Nnão importa quem você é — Stephen King, Neil Gaiman ou Clarice Lispector. A primeira versão de qualquer texto sempre será uma grande porcaria, seja uma redação, um conto, um comentário, uma matéria, um livro. Como Hemingway disse, “o primeiro rascunho de qualquer coisa é uma merda”.

Por que a sua professora de redação sempre insistia em fazê-lo escrever um rascunho e depois passar a limpo? Porque ela já conhece a característica universal de todos os primeiros textos — eles são horríveis.

E isso é ótimo.

Leia mais →

Oos arquétipos de enredos na ficção estão presentes desde a Grécia Antiga. Aristóteles disse que o enredo é o elemento fundamental da trama.

Essas são apenas ideias para inspirá-lo a criar uma história, conto ou desenvolver um tema maior. Considere esses itens como sementes de histórias — cultive-as e tente gerar arcos mais complexos. Além de enredo principal de um livro, você pode usá-las como subtramas, passados de personagens, eventos e histórias do mundo ou da maneira que preferir. Misture e altere os elementos como achar melhor.

Leia mais →

Qquantas vezes os seguintes pensamentos já passaram por você durante um projeto: essa ideia é idiota demais? Alguém vai gostar disso? Por que estou perdendo meu tempo aqui? Isso está bom o suficiente? O que vão pensar de mim?

Se você se julga constantemente durante o processo criativo, é hora de desligar o perfeccionista que habita o seu cérebro.

Leia mais →

Eessa é uma alternativa à estrutura simplificada. Também é uma estrutura básica, mas não contém os pontos-chave da trama como a estrutura anterior. Nessa podemos montar nossa história mais livremente.

Acredito que a estrutura narrativa orgânica seja mais maleável e mais fácil de se integrar em narrativas. Modifique e acrescente detalhes à sua maneira. Transforme-a em sua.

Leia mais →

Eestou sempre pensando no papel das influências na escrita, e em como isso me afeta. Particularmente, procuro escrever como meus ídolos, sem nenhum pudor ou fazer segredo sobre isso. É algo que almejo e, sinceramente, me orgulho bastante.

Claro, também é importante achar a própria voz. Mas ela é algo que vem com o tempo, com a experiência, com a quantidade. Até lá, o que fazer?

Leia mais →