Qquando determinamos objetivos pessoais, o que temos em mente geralmente é a visão final do que buscamos alcançar. É uma visão ambiciosa, mas que acaba deixando de lado passos importantes, como a construção do hábito necessário para nos levar até lá.

Objetivos grandes e ambiciosos podem ser fonte de motivação, mas costumam ser algo tão abrangente e carregado de significados (escrever um livro!, ser um escritor!, terminar uma HQ e vender milhões!) que o tiro muitas vezes sai pela culatra – a dificuldade e o tamanho da tarefa levam à procrastinação. Temos medo de continuar.

Leia mais →

Não deixe de tentar alguma coisa por medo do tempo que levará para realizá-la. O tempo passará de qualquer forma; que seja usado da melhor maneira possível.

Earl Nightingale

Sse há um jeito fácil e um difícil de realizar determinada atividade, existe algum motivo para escolher o mais difícil? De acordo com o escritor especialista em Marketing, Seth Godin, sim. Tentar o caminho mais complicado, de vez em quando, pode ajudar a melhorar o nosso método de trabalho e nos tornar mais eficientes.

Segundo Godin, colocar limites artificiais em uma tarefa permite iluminar onde estão os pontos fracos e consertá-los. Quando voltamos à atividade pela maneira mais fácil, o processo será ainda mais simples.

Leia mais →

Use os talentos que você tem. Os bosques seriam muito silenciosos se apenas o pássaro mais afinado cantasse.

Henry Van Dyke

Ninguém faria nada se esperasse até poder fazer de modo perfeito.

John Henry Newman

Oo segredo para ler muito e ler rápido é saber o que não ler. E saber desistir de certos livros.

E acredite em mim, eu sei o quanto isso é difícil. Nós, que amamos livros, sentimos uma espécie de obrigação moral para terminar todos os que começamos. Mesmo que a leitura seja completamente errada para nós naquele momento. A culpa toma conta, sentimos vergonha por querermos abandonar um livro. E se a leitura melhorar algumas páginas depois?

Ler deve ser uma atividade prazerosa, um entretenimento, e não uma obrigação tediosa (a não ser quando é, de fato, uma obrigação. Ignore o post nesse caso). Ainda que estejamos lendo para nos aprimorar em determinada área, se a leitura não flui bem, muito provavelmente a culpa é do livro, e não nossa. E está tudo bem. Não tem problema.

Pare de ler livros de que não gosta. Abandone leituras que considera chatas.

Leia mais →

É fácil transformar em mitos Kurt Cobain ou o poeta Arthur Rimbaud, que se dirigiram ao extremo por sua arte e se esgotaram emocionalmente ou largaram o trabalho jovens como resultado. Difícil é manter a sanidade enquanto produz trabalhos geniais e continuar trabalhando de forma consistente durante uma longa carreira... Parte disso é saber quando não trabalhar. Há momentos para a produtividade, mas também há momentos para descansar, para absorver, para ver o que mais o mundo tem para oferecer.

Jessa Crispin em The Creative Tarot

Aatendendo a inúmeros pedidos do meu próprio cérebro, resolvi criar uma playlist para Limbo.

O intuito é ouvir as músicas durante a leitura do livro. Vale lembrar que uma playlist é absolutamente pessoal e, ainda que minha, não é oficial. Fique à vontade para mudar as escolhas que fiz.

Deu um trabalho miserável criar essa playlist, principalmente porque existem músicas boas demais e foi difícil escolher apenas algumas. De qualquer forma, limitei a seleção apenas a músicas instrumentais e somente duas músicas por capítulo para ter algum tipo de controle.

Eu gostei bastante do resultado final e espero que vocês também se divirtam. Se tiverem sugestões, deixem um comentário.

Leia mais →

Você não se prepara para construir uma parede. Não diga "vou construir a maior e mais incrível parede que já existiu". Não se começa assim. Pense "vou colocar esse tijolo da maneira mais perfeita que um tijolo pode ser colocado". Faça isso todos os dias e logo terá uma parede.

Will Smith